OFICIAL-DE-SALA

OFICIAL-DE-SALA (Asclepias curassavica) – Apocynaceae

Categorias: ,

Descrição

Espécie herbácea, poli-anual, lactescente, conhecida também como paina-de-sapo, algodãozinho-do-campo, algodãozinho-do-mato, camará-bravo, capitão-de-sala, cavalheiro-da-sala, cega-olho, chibança, dona-joana, erva-de-paina, erva-de-rato, erva-de-satã, erva-leiteira, falsa-erva-de-rato, flor-de-sapo, ipecacuanha-brava, ipecacuanha-das-antilhas, ipecacuanha-falsa, leiterinha, mané-mole, margaridinha, margadinha-leiteira, mata-olho, paina-de-seda, paininha, leiteira.

Principais componentes bioativos das folhas: flavonóis, triterpenos, cardenolídeos (calactina, calotropina, calotropagenina, coroglaucigenina, asclepina, asclepiadina, uscharidina, uzarina, uzarigenina, corotoxigenina, asclepogenina, curassavogenina, calotroposideo, clepogenina, desglucouzarinaa, kidjolanina e uscharidina, os flavonóides quercetina, campferol, rutina e isorametina. Contém ainda oleo fixo, fenóis, quininos, taninos, terpenoides, xantoproteina, cumarinas, resinas, saponina e esteroides.

Uso popular: utilizada em cáries, dores de dente, grânulos na pele, verrugas, infecções cutâneas, sarna, picadas de víboras, analgésico para dores de cabeça, hiposistolia cardíaca, úlcera, astenia vascular, ferida carnosa, reumatismo, vermífugo, purgativo, catarros, hemorróidas, diabetes, tônico cardiovascular, sudorífica, cicatrizante, febrífuga, antiasmática, anti-hemorroidária, antidiarréica, antileucorréica, antiblenorrágica, hemostática.

Principais ações farmacológicas: antimicrobiana, citotóxico, inotrópica positiva cardiaca, proteolítica, anticancer, antiinflamatória, analgésica, anti-pirética, antimicrobiana (Bacillus subtilis, Staphylococcus aureus, Escherichia coli, Klebsiella pneumoniae, Pseudomonas solanacearum, Helminthosporium oryza, Aspergillus niger e Fusarium oxysporum), emética, drástica, vermífuga, bernicida.

Toxicologia

Todas toda a planta é tóxica, especialmente as partes aéreas. Uma dose de 1g das folhas por quilo de peso de um bovino pode matá-lo em 40 minutos. Além disso, a oficial-de-sala produz um látex fortemente cáustico. Como sintomas de intoxicação aguda podem ser citados: Irritação de boca e faringe, com salivação intensa e dificuldade de deglutição devido ao látex cáustico, náusea, vômito e dor abdominal, distúrbios do equilíbrio, sonolência e prostação, alterações cardiovasculares que podem levar à morte devido à fibrilação ventricular, em contato com os olhos, o látex causa conjuntivite, edema e lacrimejamento.

Perguntas e respostas dos clientes

Não há nenhuma pergunta ainda, seja o primeiro a perguntar para este produto.

error: Conteúdo protegido!
1
Olá,
Como podemos ajudá-lo?
Powered by